Marque a sua consulta
Os dados recolhidos destinam-se apenas a tratamento interno da clínica e não serão facultados a terceiros.
O preenchimento deste formulário está sujeito a confirmação e não vincula a qualquer consulta ou pagamento.
A carregar...

Dermoestética Pinhalmed2

 

 

 

TOXINA BOTULÍNICA

A toxina botulínica é uma neurotoxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum, que bloqueia a transmissão de sinais das terminações nervosas através da inibição da libertação de acetilcolina ao nível da junção neuromuscular.

A toxina botulínica tem diversas aplicações em diferentes áreas da medicina, nomeadamente na dermatologia. Em dermatologia estética, a toxina botulínica é utilizada de forma injetável para prevenir, eliminar ou atenuar as rugas de expressão face.

A musculatura facial é responsável pela expressão do rosto, cujo movimento repetido e contração ao longo do tempo leva ao aparecimento de sulcos permanentes na pele, as rugas. A injeção de pequenas quantidades de toxina nos músculos da face que causam rugas leva à sua paralisia temporária. O relaxamento dos músculos favorece o alisamento da pele, suaviza as expressões inestéticas e previne adicionalmente o aparecimento das rugas estáticas, proporcionado um importante efeito anti-envelhecimento.

As rugas de expressão da metade superior da face constituem a indicação mais importante da toxina, designadamente as rugas verticais entre as sobrancelhas e na base do nariz, os “pés de galinha” a volta dos olhos, e as rugas horizontais da testa.

É um procedimento seguro, bem tolerado, rápido e com recuperação mínima. O início do efeito surge 2 a 3 dias após a injeção da toxina, com paralisação progressiva dos músculos, atingindo o seu pico após 2 semanas. Este bloqueio é transitório, tem a duração de 4 a 6 meses, desaparecendo gradualmente. Inversamente a muscular facial vai retomando a sua atividade inicial, com consequente reaparecimento das rugas.

A aplicação sucessiva da toxina em intervalos regulares, além de manter o seu efeito anti-envelhecimento, pode levar a discreta atrofia muscular, pelo que o seu efeito vai sendo cada vez mais duradouro.


PREENCHIMENTO COM ÁCIDO HIALURÓNICO

O processo de envelhecimento leva à perda e redistribuição dos volumes faciais, com consequente aparecimento de linhas finas, rugas, perda de definição e diminuição da qualidade da pele. O preenchimento facial com ácido hialurónico permite restaurar e remodelar o volume perdido, suavizar rugas e sulcos e melhorar a elasticidade e aparência da pele.

O ácido hialurónico injetável é um polissacárido biologicamente compatível, obtido por genética bacteriana recombinante, idêntico ao fisiológico que é produzido na matriz extracelular no corpo humano. Deste modo, não é necessária a realização de testes de alergia prévios à sua injeção. O ácido hialurónico é biodegradável e reabsorvível, com elevada capacidade de captação de água, o que significa que tem enorme potencial de hidratação e luminosidade além do reposicionamento de volume e correção de rugas.

A infiltração de ácido hialurónico é uma técnica segura, com poucos efeitos adversos e sem tempo de recuperação. Sendo um material biodegradável, o efeito do ácido hialurónico tem um tempo de duração limitado, que varia entre 6 meses a 2 anos.

Existem vários tipos de ácido hialurónio de acordo com a concentração, densidade e grau de reticulação, que se escolhe em função do objetivo de tratamento, que deve ser individualizado de doente para doente.

Em estética facial, são múltiplas as zonas onde se pode aplicar ácido hialurónico.  As mais comuns são: sulco nasogeniano (“bigode chines”), rugas em torno dos lábios (“código de barras”), lábios, contorno face ou reposição volume maçãs do rosto.


MESOTERAPIA

A mesoterapia consiste na injeção intradérmica de pequenas doses de substâncias biocompatíveis como o ácido hialurónico, vitaminas, aminoácidos, ácidos nucleicos, anti-oxidantes, entre outros.

Graças à estimulação física da injeção e ao efeito farmacológico das substâncias injetadas, a mesoterapia favorece o aumento da capacidade de síntese de fibroblastos, colagénio, elastina e ácido hialurónico. Assim, está indicada no rejuvenescimento da pele baça e desidratada, pois melhora a firmeza, o brilho, hidratação e atenua as rugas produzindo um efeito “boa cara”. Também está indicada na correção de pequenas imperfeições e no envelhecimento leve a moderado, bem como na prevenção do mesmo.  Pode ser realizada em qualquer região anatómica, incluindo face, pescoço, decote e dorso mãos.

A mesoterapia é uma técnica simples, segura e sem tempo de recuperação. Sugere-se a realização de 4 sessões separadas por 2-4 semanas e depois 3 x ano como manutenção.


PEELINGS QUÍMICOS  SUPERFICIAIS

O peeling químico consiste na aplicação de um agente químico sobre a pele que leva à eliminação da sua camada superficial, que se traduz clinicamente por descamação. Este processo vai estimular a regeneração da pele, com melhoria da sua qualidade, textura e aspecto.

Existem múltiplos peelings, com diferentes composições, indicados no tratamento de diversas patologias como:

– Alterações da pigmentação: melasma, lêntigos, hiperpigmentação pós-inflamatória

– Rejuvenescimento

– Fotoenvelhecimento

– Acne (ativo/ cicatrizes), poros dilatados

É um procedimento simples e seguro. Pode ter algum tempo de recuperação dependendo do tipo de peeling.

Para otimização dos resultados, a pele deve ser preparada previamente, e posteriormente manter cuidados específicos. Devem ser realizadas sessões de manutenção para otimizar os resultados e prevenir recorrências da patologia tratada.


Dr.ª Eugénia Matos Pires

Médica Dermatologista

O.M. 48456


Consulta Particular: 65€

Acordos:

saber mais